sexta-feira, 18 de dezembro de 2015

Filme - REVIEW #26 | NAOMI & ELY E A LISTA DO NÃO BEIJO


Nome original: Naomi & Ely's No Kiss List
Duração: 1h29min
Ano: 2015
Gênero: Comédia, Romance
     

A adaptação do livro do David Levithan e Rachel Cohn, dois autores muito bem sucedidos, teve Victoria Justice estrelando como Naomi e Pierson Fode (eu sei que vocês riram desse sobrenome!) como Ely.

Infelizmente, eu ainda não tive a oportunidade de ler o livro, então não posso assegurar se foi uma adaptação fiel ou não, mas posso dizer que é um filme bem divertido, com uma história que se confunde um pouco, mas que mantém um bom ritmo.

Eu digo que se confunde porque em certos momentos parece que Naomi e Ely estão apaixonados (o que não faz sentido, já que Ely é gay). Isso pende mais para Naomi, que sempre parece incomodada com o fato de Ely estar beijando vários garotos, como se ela quisesse estar no lugar desses garotos. No entanto, há momentos em que parece que isso é simplesmente preocupação com o melhor amigo, enquanto ela quer conhecer melhor Gabriel, o zelador do seu prédio, o qual tanto ela quanto Ely acham lindo, embora ela tenha um sentimento maior pelo mesmo. O fato é que o sentimento é mútuo e ela não quer se deixar levar, já que Gabriel está na Lista do Não-Beijo, e caso as coisas fossem mais além do que uma simples amizade entre os dois, isso culminaria na "destruição do universo Naomi e Ely".

Basicamente, Naomi e Ely se aproximaram quando uma tragédia familiar aconteceu na vida de ambos, envolvendo as duas famílias. Um encontrou força no outro e eles se tornaram completamente inseparáveis. Deste então, a amizade dos dois é a coisa mais importante, e a fim de proteger essa união, eles criaram a Lista do Não-Beijo, que é basicamente uma lista com os nomes dos garotos que nenhum dos dois podem beijar. Assim, eles nunca brigarão e a amizade ficará intacta, já que nos outros assuntos é comum partilharem as mesmas ideias.


Tudo parece funcionar bem, até mesmo em relação a Gabriel, mas as coisas complicam quando Ely beija Bruce 2, o até então namorado de Naomi.

Nesse filme, embora os atores não sejam famosos, podemos notar que nem sempre os menos conhecidos tem menos talento. Eu gostei da atuação da Victoria Justice, o que é uma novidade para mim porque não achei que gostaria. Pierson também foi muito bem interpretando Ely e dando a personalidade requerida pelo personagem com grande êxito. Matt Daddario como Gabriel teve uma participação bem menor, mas eu fiquei feliz com o que vi (espero que continue feliz assim quando vê-lo interpretando meu personagem favorito na série Shadowhunters, que terá sua estréia no mês que vem!). Os demais personagens, que aparecem bem menos, também foram satisfatórios, o que faz do elenco atores bem preparados para essa trama em especial.

Sinceramente, eu acho que Naomi & Ely e a Lista do Não-Beijo tem uma história bem mais profunda do que parece. Lemos a sinopse e já pensamos num filminho adolescente sobre melhores amigos que, como todos os outros no mundo, tiveram sua primeira briga (e de fato, não deixa de ser sobre isso), mas o filme aborda bastante as questões do amadurecimento e principalmente sobre a superação de traumas e tristezas passadas.

Algumas partes realmente não fazem muito sentido e me deixaram com pequenos pontos de interrogação na cabeça, mas no geral o filme é bem leve e divertido. A trilha sonora é compatível com o estilo do filme e eu gostei da mesma também, tudo parece se encaixa de um modo bem geral.

Aliás, para quem tem curiosidade de assistir, o filme está disponível no Netflix!



Por: Lauren

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo