quarta-feira, 2 de setembro de 2015

Papo de Leitor #04 - Dicas para escrever melhor!


Olá, leitores, como estão? Hoje, como viram no título, vou dar algumas dicas que eu uso para escrever melhor, não só suas próprias histórias, mas textos diversos que você têm que fazer na faculdade ou na escola. Vamos lá?


É normal querermos escrever nossas próprias histórias, principalmente se somos viciados em ler a de várias outras pessoas. Desde os onze anos gosto de escrever, apesar de não divulgar nada do que escrevo. É algo que me faz bem e, um dia, quero muito poder lançar algo meu. Por enquanto, tento melhorar minha escrita de diversas formas e são essas que vou mostrar para vocês nesse post.

Antes de tudo, quero adiantar que eu não sou expert e nem escrevo perfeitamente bem (isso vocês devem perceber pelos vários erros que já devo ter soltado por aqui), mas procuro sempre melhorar. Essas são técnicas que EU USO e que ME AJUDAM. Não sei se vai ajudar vocês, mas eu espero, de coração, que sim.

1. Rascunhe/crie um esqueleto da sua história!

Essa primeira dica, na verdade, acho que só vai servir para quem está querendo escrever seu próprio livro ou fanfic, mas, dependendo do caso e do tempo que você tem, pode usar também em textos normais, basta mudar um pouco a aplicação que eu vou explicar.

Criar um esqueleto da história pode ser algo muito importante, dependendo da imensidão do "mundo" que você deseja criar. Se for algo muito grande (ou complexo) um esqueleto é uma ótima opção para não se esquecer de pontos principais que você deseja que sua história tenha.

Eu sugiro que isso seja feito em uma folha de papel ou caderno, mas você decide. No meu caso eu costumo fazer esqueminhas ou tópicos, onde eu coloco coisas principais da história. Por exemplo, os nomes dos personagens principais, se se conhecem, se tem parentesco ou se no decorrer da história vão descobrir que têm algum parentesco; nome da cidade ou lugar principal onde a história vai ser desenvolvida; pontos principais que eu quero fazer mais para o meio ou no fim; etc.

Esse rascunho deve sempre ficar perto de você, em um painel ou em um caderno que você costuma anotar tudo, assim não têm perigo de esquecer nada e a história fica exatamente como você quer.

2. Leia muito!

Essa deveria ter sido a primeira dica, na verdade, no entanto eu presumo que vocês já leiam bastante. De qualquer forma: ler é muito importante! É uma ótima forma de desenvolver sua imaginação e, é claro, aumentar o seu vocabulário para que sua escrita seja melhor e mais profissional. Só não vale copiar coisas dos livros que lê, hein?

3. Amadureça seu texto!

Não adianta escrever, por exemplo, o primeiro capítulo de uma fanfic e já ir direto no site publicar. Dê um tempo, talvez um dia, depois releia seu capítulo e veja onde pode melhorar, onde pode acrescentar mais coisas e etc. Isso é muito importante porque você pode visualizar onde está errando, onde está faltando alguma coisa antes que seja publicado evitando até reclamações dos leitores por conta de você perceber um erro só depois e ficar editando o capítulo.

Obviamente isso não vale apenas para fanfics, mas também para textos pessoais e acadêmicos. Termine de escrever e depois de umas horas, releia o texto e veja o que pode mudar para que fique melhor.

Tente observar onde faltam virgulas, onde você poderia explicar melhor tal situação, descrever melhor sentimentos e lugares, etc. - S.O.S Fanfiction

4. Tente imaginar as cenas.

Imaginar as cenas é ótimo se quiser fazer algo mais realista ou não tão amador. Tente reproduzir a cena (não precisa ser somente em sua mente, reproduza mesmo, como se estivesse atuando ou como se realmente estivesse acontecendo, mesmo que não tenha um parceiro para te ajudar).

Você deve fazer isso principalmente em diálogos, onde existe mais a chance de ser algo que não aconteceria ou ninguém diria.

5. Treine sua escrita!

Treinar é sempre bom em tudo o que você quer aprender a fazer ou aperfeiçoar, e com a escrita não é nada diferente. Quando estiver sem nada para fazer, pegue um bloquinho ou um caderno velho, até mesmo o Word, bloco de notas ou as notas do celular, e escreva uma cena qualquer. Não precisa dar continuidade a cena depois, apenas escreva como um treinamento mesmo. (Créditos da dica à: S.O.S Fanfiction)

6. Identifique um momento propício para escrever!

Eu sei que parece loucura, mas pelo menos comigo, há momentos em que estou inspirada para escrever e outros em que não sai nada. Geralmente fico em bons momentos à noite, quase de madrugada, por isso, inclusive, costumo escrever mais nas sextas e sábados (ou quando estou de férias), porque sei que não vai ter nenhum problema se eu passar a noite escrevendo e acordar tarde no outro dia.

Identificar esses momentos pode ser uma boa porque se você está num momento de inspiração, qualquer texto vai sair melhor.

7. Anote qualquer ideia!

Seja num bloquinho ou no bloco de notas do celular, tablet ou desktop, NUNCA deixe para anotar depois e muito menos pense: "ah, a ideia é tão boa que não vou me esquecer!". Acredite em mim, você vai se esquecer, então o melhor que tem a fazer é anotar tudo.

8. Procure a pergunta do enunciado e faça seu texto focando-se em respondê-la.

Essa vai para quem quer dicas de como fazer redações melhor para a escola ou faculdade.

Seu professor vai te dar um tema, geralmente com um enunciado que questiona (direta ou indiretamente) alguma coisa. A sua prioridade é responder essa pergunta e você deve se focar nisso. É normal nos deixarmos levar na escrita algumas vezes, ainda mais quem gosta de escrever, mas em textos acadêmicos isso é quase inadmissível.

Se o enunciado não trás perguntas, apenas o tema, levante suas próprias durante a narrativa e, mais uma vez, foque-se em respondê-las com argumentos coerentes.

PS: Citações de pessoas estudadas ou de artigos são sempre MUITO bem vindos em textos assim.
PS2: Lembre-se de ter uma posição sobre o assunto durante toda a narrativa. Ficar em "em cima do muro" quase nunca é o recomendado, pois passa a ideia de que você não sabe muito bem sobre o que está falando. Se, realmente, achar que os dois lados tem seus prós e contras de forma que não seja possível escolher um lado, esclareça muito bem isso no texto e procure estabelecer uma terceira solução.

Enfim, pessoal, essas foram minhas dicas! Espero que tenha ajudado vocês em suas histórias e textos pessoais. Um beijo e até a próxima!

PS: Se tiver alguma dica, deixe-a nos comentários! Eu vou adorar saber o que vocês fazem para melhorar a escrita de vocês, se inspirar e escrever coisas lindas!

Por: Lauren

2 comentários:

  1. Oi Lauren,
    Olha, antes de fazer minhas provas da faculdade, eu sempre, SEMPRE, faço um rascunho do meu texto. Na maioria das vezes é um texto que devo fazer e isso me ajuda MUITO. A parte de treinar a escrita eu levo muito a sério. Por conta disso, até lancei um projeto para incentivar as pessoas a treinarem também. O projeto se chama "Escrevendo sem medo".
    Ahhhhh, anotar as ideias é o que eu mais faço, rs. Normalmente elas aparecem enquanto eu tomo banho, então fico com aquilo na mente até sair e correr para anotar.
    E em textos com linguagem acadêmica, é sempre bom mantê-los organizados e com introdução, desenvolvimento e conclusão.
    Adorei as dicas!
    Beijão, Tão doce e tão amarga.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, eu vi o seu projeto! Achei super legal a sua ideia, sério... Foi muito boa, espero que esteja dando certo!

      Adorei sua dica sobre textos acadêmicos. Realmente se lembrar desses critérios ajuda muito na formação de um texto.

      Obrigada pelo comentário lindo, Tham ♥

      Beijos!
      Lauren

      Excluir

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo