quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Livro - Resenha #41 - Percy Jackson e Os Olimpianos: A Batalha do Labirinto, Rick Riordan (INTRÍNSECA)


Nome original: The Battle of the Labyrinth
Autor: Rick Riordan
Editora: Intrínseca
Páginas: 392
Ano: 2010
     

Em A Batalha do Labirinto temos, finalmente, uma visão menos perturbadora em relação à idade de Percy Jackson e os acontecimentos da trama de cada livro (até porque é bem difícil imaginar tudo aquilo acontecendo com uma criança de 12 anos de idade).

Percy vai para uma nova escola e lá conhece Rachel, uma mortal que consegue enxergar através da Névoa (uma espécie de fumaça que disfarça tudo sobre o mundo dos deuses e semideuses para que os humanos não descubram nada, ou, no caso, não morram de medo e enlouqueçam). Desde o começo, ele já sabe que enfrentará problemas, não só na nova escola, mas também ao conhecer a garota, e ele tem razão. Não demora muito para ele e Rachel serem atacados e tudo se transformar (novamente) em mais uma aventura.

Dessa vez, Rick nos surpreendeu mostrando que sabe lidar com o amor entre adolescentes, passando os sentimentos e as cenas com destreza para o papel. Nada muito meloso, nem excessivo. Simplesmente real.

O livro também tem uma base a mais de aventura, já que as coisas começam a complicar cada vez mais, anunciando que o grande clímax da série toda está por vir. Por ordem de Cronos, Luke quer invadir o Acampamento Meio Sangue seguindo pelo labirinto antigo construído por Dédalo. A missão dos nossos heróis é achar Dédalo antes de Luke e impedir que este dê a ele o fio de Ariadne, a única coisa que pode guiá-lo pelo labirinto misterioso. Claro que o livro não é só isso, eles ainda têm de achar Grover, seu amigo sátiro que saiu em busca do Deus Pã e Nico Di Angelo, o filho de Hades com o qual Percy vem tendo sonhos assustadores.

A cada novo livro percebemos a série, os personagens e até mesmo um pouco da narrativa do autor sendo cada vez mais descobertos e amadurecidos. Tudo vai mudando vagarosamente e, graças a Deus, somente para melhor. Rick se empenhou bastante nesse livro, embora eu ainda ache que o último é o melhor da série inteira.

Todo o mistério que envolve o labirinto é fantástico, e o autor vai nos atualizando sobre a lenda (ou as lendas) durante a narrativa, não deixando que nenhum leitor fique boiando na história. É muito gostoso de ler, engraçado e cheio de aventura.


Beijos e até a próxima!


Resenha por: Lauren

Outros livros da série:
1. O Ladrão de Raios
2. O Mar de Monstros
3. A Maldição do Titã
4. O Último Olimpiano
Extra. Arquivos do Semideus

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo