quarta-feira, 9 de setembro de 2015

Livro - Resenha #38 - Saga Encantadas: Feitiço, Sarah Pinborough (ÚNICA)


Título original: Charm (Tales From Kingdoms #2)
Autora: Sarah Pinborough
Editora: Única
Páginas: 248
Ano: 2013
    

Feitiço (Charm, em inglês) é o segundo livro da trilogia publicada pela editora Única e escrita pela autora Sarah Pinborough.

Essa é a primeira saga e o segundo livro que eu leio da autora, e devo dizer que me apaixonei por sua escrita. Com personagens bem estruturados e uma história surpreendente, Sarah conseguiu fazer uma releitura muito boa e cheia de mistérios entrelaçados entre os famosos contos dos Irmãos Grimm.

Gostei muito do primeiro livro, intitulado Veneno (já resenhado no blog) e estava bem ansiosa por esse segundo, o qual se mostrou ainda mais surpreendente do que seu antecessor, apesar de eu ter gostado bem mais da personagem foco do primeiro livro (Branca de Neve) do que a desse.

Feitiço é baseado no clássico da Cinderela, que por acaso é meu conto de fadas favorito. Aqui Cinderela é uma personagem muito sonhadora. Tão sonhadora que acaba sendo egoísta em vários pontos. Isso me irritou boa parte do livro (mais precisamente até ela ir para o Castelo depois de provar o sapatinho de diamantes), mas é evidente, o tempo todo, que ela não é má, apenas quer viver o seu sonho de amor. Ela sempre teve o sonho da vida perfeita e, por esse motivo, fica fácil convencê-la de fazer decisões em prol disso, o que nos leva à leitura de aventuras cada vez mais sinistras.


Assim como no conto original, Cinderela é pobre e vive junto com sua madrasta e uma irmã postiça (já que a outra já se casou). Com certeza uma das coisas que eu mais gosto nessa saga de releituras é que, como conhecemos os contos originais, achamos que vários elementos da história serão iguais ou bem parecidos, mas nos enganamos totalmente. O livro inteiro tem muitos trechos assim, mas o primeiro deles é justamente a relação complicada entre Cinderela, Rose, sua irmã postiça, e Emme, sua madrasta.

A história ainda possui vários ligamentos com a contada em Veneno, o que valoriza o enredo, e o final do livro me pareceu bem intrigante. Eu não tenho certeza se consegui distinguir qual conto será interligado com esse no terceiro livro, mas tenho um palpite. Qual vocês acham que é? Escrevam nos comentários!


O que mais se destaca no livro - ou melhor, na saga inteira - é a forma mais aprofundada e adulta com a qual a autora escreve. Sutilmente mas evidentemente, Sarah trabalha com veridicidade e muita ousadia em seu humor malicioso. Sentimentos considerados impertinentes são extremamente explorados, dando um ar adulto e sensual em toda a história. Como já dito na resenha do primeiro livro, definitivamente esses não são livros infantis.

A diagramação é maravilhosa, e assim como em Veneno, todos os capítulos começam sempre na página direita. A fonte escolhida para os títulos dos capítulos e os desenhos de arabescos parecem ter sido especialmente escolhidos e são lindos! A ÚNICA fez um ótimo trabalho!

De modo geral, gostei bastante do livro. Apesar de pequeno, ele é bem intrigante. Super recomendo!

Resenha por: Lauren


Um comentário:

  1. Olá! Amo o conto da Cinderela, é o meu favorito! Eu vou iniciar ainda este livro, mas já li o primeiro e confesso que fiquei chocada em algumas partes. Sou um pouco tímida com certas coisas e teve algumas partes do primeiro livro que eu ria/chorava/ficava morta de vergonha, mas gostei bastante. Pretendo seguir lendo a série e espero não me decepcionar com o segundo livro, pois se trata do meu conto favorito. Estava com receito de começar a ler, mas depois da sua resenha, me encorajou muito!!
    Beijos, ótima resenha!!

    http://thamirisdondossola.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo