domingo, 9 de agosto de 2015

8 tipos de pais: qual se parece mais com o seu? (Especial Dia dos Pais)


Olá, leitores! Domingo (ontem) foi Dia dos Pais e como poderíamos deixar essa data passar em branco?


Existem pais de todos os jeitos, formas e tamanhos. Uns são mais 'de boa', outros são mais rígidos em várias questões, uns são bem tranquilos, outros são bravos e por aí vai, mas todos são pais e todos nos amam, mesmo que alguns tenham um jeito difícil de demonstrar.

Separamos uma lista de oito pais super legais que conhecemos nos filmes/livros e séries por aí. Qual deles se parece mais com o seu?

1. O que ama economizar!


Quem poderia ser mais apropriado que o Julius (Todo Mundo Odeia o Chris) para essa categoria? Ele conta cada centavo que gasta e reclama de cada um que é gasto sem motivo... Apesar disso, ele ama sua família e faz tudo o que pode por ela.

2. O pai ausente!


John era completamente ausente na vida de Elena (The Vampire Diaries). Tão ausente que ela acreditou que ele era seu tio a vida toda e ainda o odiava por tantas burradas que ele fazia. De qualquer forma, ele a amava, à sua maneira. Ela era sua filha, sua única família e, de um jeito ou de outro, ele seria para sempre o seu pai.

3. O pai que não é exatamente pai, mas para você, é pai.


Luke cuidou de Clary (Os Instrumentos Mortais) como se fosse sua filha desde o momento que foi apresentado à ela. Tentou protegê-la de todo o mal e aconselha-la nos momentos difíceis. Além do mais, ele é um lobisomem! Imagina que legal ter pai lobisomem!

4. O mal humorado


Gru está sempre mal humorado, mas isso não o impede de amar Agnes, Margo e Edith. (Meu Malvado Favorito) Na verdade, elas trazem para ele um motivo para ser mais feliz, da mesma forma que nós, filhos, deixamos nossos pais felizes (mesmo que eles tenham que nos dar uns sermões, de vez em quando).

5. O que te compreende.


O Sr. Hubermann, pai adotivo da Liesel (A Menina Que Roubava Livros) não é só um pai, mas um amigo. Ele ensina tudo o que pode à filha, compreende a cabeça e a bondade da pequena menina e está ao seu lado quando parece não existir mais ninguém para estar. Ela sabe que pode contar tudo à ele, como faria com seu melhor amigo.

6. O sem noção.


O Pai, pai de Timmy (Os Padrinhos Mágicos) é bem sem noção, até meio maluco. Ele sempre faz o Timmy rir ou passar vergonha com seu jeitão esquisito, mas não há dúvidas de que ele ama o seu filho.

7. O rígido.


Ter um pai rígido pode ser bem difícil. Suas notas devem estar sempre impecáveis, assim como seu quarto e suas amizades. Falar gírias é errado e voltar depois das dez da noite quase um crime! Pode até encher o saco, mas no fim todos sabemos que isso é pura preocupação com seus filhos, afinal, mesmo que não tenha o jeito mais próprio de demonstrar, ele te ama e muito. No caso de Lena, Macon não é bem seu pai, mas faz o papel de um, e suas preocupações são um pouco mais perigosas do que notas e gírias. (Dezesseis Luas).

8. O pai que também é mãe.


Joe (Treinando o Papai) nem sabia que era pai e acabou recebendo uma baita surpresa. Foi bem difícil se adaptar, mas ele conseguiu. É normal esse tipo de pai parecer não se importar ou não te entender de vez em quando, afinal, ele está meio perdido. É difícil cuidar de uma criança sozinho, ainda mais de um adolescente (que tem mil e uma crises todos os dias). Ele está dando o seu melhor, pegue leve ;)

Enfim, com qual deles seu pai mais se identifica? Conte para gente!

Beijos, Feliz Dia dos Pais e até a próxima!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo