sexta-feira, 24 de julho de 2015

Filme - Resenha #16 - Homem-Formiga


Nome original: Ant-Man
Duração: 1h57min
Ano: 2015
Gênero: Ação/Ficção Científica
Nota:


O filme conta a história de Scott Lang,um homem que acabou de terminar sua estadia na prisão. Scott invadiu um sistema imbatível de uma multinacional, devolvendo dinheiro roubado de seus empregados para os mesmos. Obviamente, não foi um crime "egoísta", mas mesmo assim ele foi preso e ficou bem conhecido por esse seu ato.

Tentando recomeçar sua vida, Lang vai morar com seu melhor amigo Luís e, antes que este tente coloca-lo de volta ao mundo do crime, ele arruma um emprego afim de voltar a sociedade como um cidadão honesto. Mesmo tendo mestrado em engenharia elétrica, Scott só consegue emprego na Baskin Robbins, uma sorveteria dos Estados Unidos, e, mesmo assim, quando descobrem quem ele é, Scott é demitido.


Sem emprego e sem condições de pagar a pensão para sua filha, Cassie, e voltar a vê-la, Scott acaba cedendo e aceitando a proposta de Luís sobre roubar um cofre na casa de um velho rico que, aparentemente estaria de viagem. Ao abrir o cofre, Scott se depara com nada mais, nada menos que um uniforme estranho. Ele fica confuso com o fato de não haverem dinheiro ou jóias, mas leva a roupa mesmo assim. Ele testa a roupa e descobre que não é uma vestimenta qualquer e então, com medo, ele entra novamente na casa e devolve a roupa, mas é pego e preso no ato.

Ele acaba escapando da prisão por meios não convencionais, com a ajuda da tal roupa e de um homem estranho. Ele acaba na casa do tal homem, chamado Hank Pym, que lhe esclarece à Scott as duvidas sobre ele, a roupa que faz encolher a pessoa que a usa no tamanho de insetos e um plano para impedir que seu antigo pupilo, Darren Cross, obcecado pela sua fórmula de encolhimento, a replique e cause o caos no Mundo.


O filme tem uma pegada muito nítida de comédia que aparece durante todo o enredo. Acho que vocês, como eu, ficaram com um pé atrás sobre esse novo herói. Quero dizer, como assim Homem-Formiga? Ele não seria forte o bastante, certo? E o filme provavelmente não seria bom, com ação e cenas de tirar o fôlego. Além disso, antes de ser lançado, o filme passou por várias implicações. O roteiro foi feito e refeito várias vezes, o diretor foi substituído no último momento, a escolha do cast não agradou os fãs, o primeiro teaser trailer foi ruim e por aí vai... Bom, cenas de tirar o fôlego eu não garanto, mas posso dizer que vocês estão enganados quanto ao resto.

Homem-Formiga foi muito bem feito. As cenas em que ele está diminuto parecem muito reais e realmente mostram a perspectiva de um inseto num mundo de gigantes. Simples fatos como, uma gota de água caindo no chão e o atingindo, ou ele tentando desviar dos pés das pessoas que caminham normalmente (no estilo Querida, Encolhi as Crianças) foram interessantes e bem trabalhadas.


As cenas de ação foram igualmente legais, embora carreguem um ar mais cômico do que estamos acostumados em filmes como Os Vingadores. No meio das lutas acontecem comentários ou citações engraçadas, tanto do herói quanto do vilão, o que quebra a tensão e nos proporciona boas risadas.

Os personagens secundários não foram esquecidos. Hank, o gênio que inventou a forma de encolhimento e que planejou o roubo da roupa simplesmente para saber se Scott era apto para ser o Homem-Formiga, é um dos personagens mais intrigantes da trama. Ele possui um relacionamento amargo com a sua filha, Hope, por ter "abandonado" ela após a morte de sua esposa; Luís, o melhor amigo de Scott, é possivelmente o personagem mais engraçado da trama. Ele age de forma engraçada e descontraída o tempo todo, o que causa risadas em todos que estão assistindo; Hope, a filha de Hank, é mais séria e centrada. Seu humor é sarcástico e ela proporciona grande parte da relação pai e filho do filme, que é um dos pontos mais altos da trama; Darren não foi, nem de longe, um vilão surpreendente, mas sim um simples homem louco por ter sido ignorado pelo seu mentor e que agora procura vingança. Quanto ao resto das personagens não foram de total inutilidade, mas não aparecem tanto.

Para quem costumava acompanhar as comics o filme apresenta poucas, mas notáveis diferenças. Hank, por exemplo, foi o personagem que mais mudou. Nas comics, o uso das partículas Pym causaram mudanças no seu cérebro e em suas atitudes, fazendo-o cometer atos um pouco exagerados e agressivos. No filme é citado que as partículas causam mudanças, mas não tão profundas. Hank também nunca participou da S.H.I.E.L.D. Além disso, a origem do Homem-Formiga, em geral, também sofreu alterações. Todas as mudanças foram feitas afim de que o filme se encaixasse no universo Marvel, que como vocês sabem, possuem ligações entre si.


A relação entre o Scott e sua filha Cassie foi mal aproveitada. Eu acho que poderiam haver mais cenas dos dois juntos, intensificando o motivo pelo qual Scott se torna o Homem-Formiga. Esse motivo me pareceu um pouco insuficiente e foi deixado de lado durante o percorrer do filme. Outra coisa que eu notei é que o filme poderia ser mais longo. Do tamanho que vimos em Os Vingadores 2 não, mas uns dez minutos a mais seriam suficientes e mais aproveitadores.

Para quem achou que o filme exagerou nas piadas, a Marvel já havia anunciado que Homem-Formiga viria com uma carga a mais de comédia, se tornando o filme mais 'engraçado' do seu universo de filmes, então saibam que isso não foi um erro, mas sim feito de propósito.


O filme ainda possui duas cenas importantes depois do fim. Uma antes dos créditos finais e a outra depois, então, se você ainda for assistir no cinema, fique atento.

Homem-Formiga faz várias referências, não apenas ao universo de filmes, mas também às comics (Tales To Astonish, né? e um tal de 'escalador de paredes), além de piadas sobre o Homem de Ferro e acontecimentos em Os Vingadores 2.

A aparição do Falcão (que para quem não sabe, é um super-herói que já apareceu em outros filmes da Marvel) foi surpreendente e, para mim, foi boa e fez sentido com tudo o que aconteceu, tanto nesse filme, quanto em filmes anteriores.


Uma curiosidade é que a Marvel fez um vídeo, parecido com um jornal de notícias, onde a repórter que o apresenta fala sobre os acontecimentos em Vingadores 2 (Sokovia caindo dos céus) e também sobre a saída de Scott Lang da prisão. O interessante é que essa repórter é a mesma que aparece em Homem de Ferro 1, entrevistando Tony Stark. A Marvel realmente se esforça para manter a conexão entre os filmes, brincando até com os menores detalhes.


Em geral, o filme é muito bom. Se possível, assista! Sozinho, com a família ou com amigos... Homem-Formiga é um filme diferente e merece uma sequência. Muitas pessoas não foram ao cinema por deduzirem que seria um filme ruim e devido a isso teve a segunda pior estréia dos filmes da Marvel, mas estavam erradas. O filme é MESMO legal. Aposto que vocês não vão se arrepender!

Beijos e até a próxima viagem!
Resenha por: Lauren.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo