domingo, 21 de junho de 2015

Série - Resenha #08 - The Vampire Diaries (3° TEMP)


Duração de cada episódio: 42-45 min.
Gênero: Fantasia, Drama, Suspense e Romance
Emissora: CW
N° de episódios: 22
Temporadas: 6 (ainda em andamento)
Ano: 2009 - atualmente
Nota:



Após Damon ser mordido por Tyler no final da segunda temporada, Stefan vai atrás de uma cura para o irmão. O que ninguém esperava era que a cura fosse o sangue de Klaus, e que Stefan fosse conseguir isso sem dificuldades. A partir daí já percebemos que a terceira temporada é uma das melhores.

A temporada começa no aniversário da Elena, e logo de cara já vemos o quão próximo Damon está dela. Já se passaram três meses desde que Stefan se entregou para o Klaus em troca da cura, e Elena em nenhum momento perde as esperanças.


Damon e Ric, às escondidas, estão seguindo os corpos deixados por Stefan, enquanto Elena acha que os mesmos são deixados por Klaus, já que acredita que Stefan não faria algo assim.

Enquanto tudo acontece, Stefan começa a descobrir uma parte de seu passado (década de 20) que foi apagado de sua mente por Klaus, no entanto todos conhecemos o malicioso Klaus e é lógico que ele não está de brincadeira com Stefan. Com um plano, ele quer fazer híbridos e aos poucos ele tenta mostrar o quão “legal” ele pode ser.

Klaus começa a perceber que ao tentar transformar lobisomens em híbridos, eles morrem no meio da transição, e confuso com a situação ele vai atrás de uma bruxa. No meio desse período descobrimos que Klaus tem uma irmã, Rebecca, e que Stefan já teve um relacionamento com ela (por pouco tempo, já que eles estavam fugindo de alguém na época).


A bruxa, para fazer o feitiço, precisa de um colar que foi dado a Rebecca pela bruxa original (sua mãe) e Klaus não perde tempo a “acordar” sua irmã que estava a mais de nove décadas “morta”. Enquanto isso, Stefan não imaginava que o colar que a bruxa pedia, era o colar que ele deu para Elena (primeira temporada) se proteger.

Damon e Ric estão fazendo de tudo para Elena não ir atrás de Stefan, já que Klaus precisa acreditar que ela está morta, mas isso acaba sendo impossível já que Klaus volta para Mystic Falls e dá de cara com a Elena.

E é ai meus queridos leitores e fãs, que acontece um dos maiores dramas da série. Klaus força Stefan a fazer uma coisa com Elena (que, obviamente, eu não vou contar) e força nosso vampiro apaixonado a desligar a humanidade. Nessa vinda a Mystic Falls, Klaus transforma seu primeiro híbrido, o qual já conhecemos.


Em meio a essa loucura, começamos a ver um outro lado do poderoso Klaus. Isso acontece quando ele se apaixona por uma personagem bem conhecida por nós e os dois se transformam no segundo casal mais amado por todos os fãs. Além disso, conhecemos um pouco mais sobre a história da Família Original e isso nos faz entender algumas de suas atitudes.


Para aumentar ainda mais a carga de romance, nessa temporada temos duas cenas maravilhosas (diga-se de passagem) entre Damon e Elena (Delena shippers, podem comemorar!), sendo que em uma delas eles estão em um Motel.

Outra coisa que chama atenção nessa temporada é o fato de Ric começar a treinar Elena contra vampiros. Ela meio que deixa um pouco de ser a monga indefesa das duas temporadas anteriores.

Enfim, nessa temporada acontecem muitas coisas ao mesmo tempo. Muita ação, romance, drama e descobertas tanto para nos telespectadores como para os próprios personagens. Devo dizer que, para mim, essa foi uma das melhores temporadas porque conseguimos ver todos evoluindo e de certa forma ficando mais fortes.


No final das contas, Klaus não será seu único problema de Elena, pois ela terá que fazer uma escolha, que mudará a vida de todo mundo (e isso não significa que será uma boa mudança para todos os envolvidos).

E é isso! Beijos e até a próxima viajem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo