quarta-feira, 24 de junho de 2015

Livro - Resenha #19 - Minha Vida Indecisa, Jessica Brody (NOVO SÉCULO)


Autora: Jessica Brody
Editora: Novo Século
Gênero: Juvenil
Páginas: 240
Ano: 2012
Nota:



Brooklyn Pierce tem 15 anos, e ao que aparenta, ela é a menina mais indecisa e a que mais se mete em encrencas no Mundo.

Na sinopse, a todo momento fica bem claro o quão indecisa e atrapalhada ela é, mas ao ler o livro, não imaginei que fosse tanto assim.

Brook é uma adolescente como qualquer outra, mas seu maior problema, além da indecisão, é sempre se meter em enrascadas. Tudo começou quando ela tinha 2 anos e resolveu perseguir um lagarto. Como nunca presta atenção em nada, ela acabou caindo num buraco, precisando ser resgatada. Lógico que o caso foi parar no jornal, e com razão, ela ficou conhecida como Bebê Brooklyn.


A bebê cresceu, e com isso as indecisões e as más escolhas também. Brook aproveitou que os pais não iriam estar em casa e inventa, junto com sua amiga Shayne, de fazer uma “festinha” na casa protótipo de seus pais. Mas o que ela não esperava era que grandes desgraças iam acontecer.

Além de ser “presa”, e condenada a pagar horas de serviços comunitários, Brook provavelmente ficará até os 60 anos de castigo, e nesse meio tempo, entre casa, escola e hora comunitária, ela descobre que é incapaz de tomar decisões sozinhas para sua vida. Por isso, ela cria um blog anônimo, onde os leitores tomam as decisões, e a resposta mais votada “ganha”.

Por incrível que pareça, essa ideia maluca funciona. Vários leitores começam a palpitar, de coisas simples, como ler um livro, até coisas mais complicadas como se ela deve ou não sair com o menino mais lindo do colégio.

Brook é uma total cabeça de vento, meio atrapalhada, meio 'não sabe o que quer da vida', mas de uma coisa ela tem certeza, nada é por acaso.

O livro é uma DELÍCIA de ler! A leitura é bem adolescente, mas em nenhum momento você acha bobo ou infantil. A autora, com seu jeito envolvente de escrever, conseguiu fazer todas as adolescentes do mundo se identificarem com a personagem principal.


Eu lembro que quando eu comprei esse livro (ano passado na Bienal) estava indecisa em qual livro comprar, e quando fui pedir ajuda para o vendedor, ele deu risada e me entregou esse. Quando eu vi o título também dei risada achando que ele estava zoando comigo, porque fala sério, eu até leria esse livro, mas só quando eu não tivesse mais nenhum na frente.

Eu acabei comprando, e quando cheguei em casa pensei em ler 'Minha Vida Indecisa' logo porque assim acabava mais rápido, coisa que realmente aconteceu, mas não por eu querer que acabasse logo, mas sim porque simplesmente devorei o livro em cerca de dois dias. Me identifiquei muito e amei de paixão o livro!

A narrativa, os problemas e as indecisões de Brook e até mesmo o serviço comunitário, foram colocados em situações engraçadas, fazendo o livro ser bem descontraído, não um desabafo adolescente.

Eu indico para todas as idades e para todos que precisam de uma distração. Como já disse, a leitura é bem gostosa e engraçada, faz você apaixonar pela Brook.

Beijos e até a próxima viajem!
Resenha por: Pietra

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo