quinta-feira, 14 de maio de 2015

Filme - Resenha #06 - Caminhos da Floresta


Duração: 2h e 4min
Ano: 2014 (EUA), 2015 (BRA)
Gêneros: Fantasia, Musical
Nota:


O filme gira em torno de uma Bruxa que precisa alguns itens para desfazer uma maldição que a mantém com uma aparência horripilante. Para conseguir esses objetos, ela lança um feitiço sobre um casal, um padeiro e sua esposa, na qual eles não podem ter filhos com a desculpa de que o pai do padeiro roubou coisas dela há décadas e, se ele quiser ter uma família, deve conseguir os itens que ela precisa. Os itens são: o casaco da chapeuzinho vermelho, a vaca de João (do clássico, João e o Pé de Feijão), o sapato da Cinderela e um pedaço de cabelo da Rapunzel.

O casal, então, decididos a conseguir tais objetos, adentram à floresta para consegui-los e é ai que a aventura começa.


O filme reúne vários clássicos da Disney dando novas perspectivas às histórias. Muitas coisas permanecem como nas histórias originais, mas as notórias mudanças são super interessantes. A personagem que mais sai dos padrões da Disney é a Bruxa, que é meio atrapalhada e não deseja o mal de todos (se é que isso é possível). Tudo o que ela deseja é ser bonita novamente.

Um filme baseado nos clássicos Contos de Fadas da Disney não poderia deixar de ser encantador, e Caminhos da Floresta não pecou nesse quesito. Além disso, o filme é um musical, outra característica que não poderia ficar de fora, e é bem divertido, exceto para quem não gosta de musicais. Como eu adoro, deixo isso como um ponto positivo.


Nas novas perspectivas de cada Conto a Disney apostou num universo alternativo e mágico, como sempre, mas deu o seu diferencial com um toque cômico gostoso e fácil de entender. É um humor escancarado e que, certas vezes tira sarro dos próprios personagens, mas muito bem colocado. Aposto que te arrancará várias risadas!

Apesar de se basear nos antigos contos da Disney, o filme é bastante original. As músicas são legais, apesar de que nenhuma ser daquelas que gruda na cabeça e te faz lembrar do filme sempre, como aconteceu com Let It Go, de Frozen e That's How You Know de Encantada.


O filme tem muitos personagens e muitos acontecimentos. Algumas coisas ficam sem desfecho, e é claro que isso nos dá uma sensação de falta e vazio. Escolheram atores incríveis para o elenco, mas muitos deles tem aparições quase insignificantes, como foi o caso de Johnny Depp (ainda não consigo acreditar que não aproveitaram mais dele no filme).


Eu adorei as atuações! As interpretações de cada ator para com seu personagem foi perfeita, embora não pudéssemos mesmo esperar menos que isso. Como eu já disse, escolheram atores incríveis e muito talentosos e isso é um ponto positivo, pois cada um conseguiu dar vida aos nossos personagens muito bem, e pelo menos aí, não teve nenhuma falha.

Além disso, os figurinos escolhidos também foram espetaculares, assim como os cenários. Eu gostei muito das escolhas e acho que deram super certo com o enredo e tudo mais.


O mais legal é que o final foge completamente do esperado. Tudo gira em torno de nos ensinar que nem sempre o que desejamos é o melhor para nós e que tudo que chega até nós tem um preço.

A única coisa que me deixou com raiva foram as pessoas que assistiram o filme e saíram comentando na internet, com seus amigos, etc. As pessoas? Sim, as pessoas!

Muita gente reclamou de canções em excesso no filme, mas olha que ironia da vida!? O filme é um musical e, pelo que sabemos, musicais tem música, ou não seriam musicais, não é mesmo? Outros reclamaram das "vozes que não combinavam com os personagens", mas meu querido, você foi assistir dublado e nem sempre a dublagem é aquela maravilha, aliás, quase nunca! E muitos, mas MUITOS outros reclamaram do final, mas sendo o filme uma adaptação de uma peça bem conhecida e os diretores e produtores envolvidos na película não iriam mudar o final de jeito nenhum.


A menos que você não goste da Disney, ou não goste de contos fantasiosos, ou até se não gosta de musicais (ou os três juntos), eu recomendo bastante esse filme. Tem alguma falhas bem visíveis, mas o filme em si é bem legal. As interpretações são perfeitas, os figurinos são lindos e é uma história interessante.

É isso, leitores! Beijos e até a próxima viagem!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

« »
© Razões Literárias - 2015. Todos os direitos reservados. Criado por: Lauren Yorres. Tecnologia do Blogger. imagem-logo